quarta-feira, 19 de janeiro de 2011

O VERDADEIRO FILÓSOFO, SEGUNDO SÓCRATES, É AQUELE QUE ACREDITA NA EXISTÊNCIA DA VIDA PÓS-MORTE

 
Sócrates, no Pensatório. Enquanto o filósofo estuda os céus,
seus discípulos estudam o Hades (ou Inferno) 
 
Para muitos, Sócrates foi um filósofo que colocou fé e razão em dois eixos irreconciliáveis. Isto não é verdade! Como demonstramos em outra ocasião, ele foi um homem de seu tempo, pelo menos em relação à crença nos deuses gregos.

Sócrates defendia que o Estado deveria ser governado por filósofos, que representam, na prática, segundo ele, o grau maior em termos de racionalidade e maturidade para governar.

Por outro lado, segundo ele, o verdadeiro filósofo deveria acreditar numa vida pós-morte, assim como crê a grande maioria da população, tanto de seu tempo como agora. Vejamos como ele se expressou, no dizer de Platão:

"Em verdade ... se eu não cresse encontrar na outra vida deuses bons e sábios e homens melhores que os daqui, seria inconcebível não lamentar morrer. Sabei, no entanto, que espero juntar-me a homens justos e deuses muito bons."

Sócrates não parou por aí. Na sequência do texto ele assim se expressa:

"Eis por que não me aflijo com a minha morte; morrerei tendo a esperança de que existe alguma coisa depois desta vida e de que, de acordo com a antiga tradição, os bons serão mais bem tratados que os maus".

Sobre o verdadeiro filósofo, vejamos o que ele diz:

"Os homens não sabem que os verdadeiros filósofos trabalham durante toda sua vida na preparação de sua morte e para estar mortos; por ser assim, seria ridículo que, depois de ter perseguido este único fim, sem descanso, recuassem e tremessem diante da morte."

Em outro texto Sócrates é enfático e se expressa defendendo que somente (somente) os filósofos é que se preparam para a vida pós-morte. Trazendo para os dias de hoje, especialmente numa linguagem bíblica, seriam os "verdadeiros cristãos" estes filósofos e não aquele que faz o curso de Filosofia ou tem o hábito de filosofar? Ou, numa linguagem espiritual além-Bíblia, não seriam os espíritas ou qualquer outro religioso que tem esse cuidado ainda nesta vida? Olhemos o que Sócrates diz:

"E os verdadeiros filósofos não são os únicos que trabalham para esse fim? Esta separação e esta libertação não são toda sua obra?"

Ou seja: o grande propósito do verdadeiro filósofo é o preparo para a vida pós-morte.

.

Nenhum comentário:

Postar um comentário